Consumo Consciente, Estilo, Tendência

O que a volta da cintura baixa nos ensina sobre moda e estilo

O que a volta da cintura baixa nos ensina sobre moda e estilo

A moda é cíclica e é comum que algo que já tenha sido tendência volte às passarelas e às vitrines, e depois de vários itens dos anos 80, 90 e 2000, a cintura baixa (com o cós abaixo do umbigo) é a “nova” moda.

Eu já usei MUITO calça de cintura baixa, e se você tem mais de 25 anos deve ter usado também (ou visto as meninas mais velhas usando), mas hoje ela não combina mais com o meu estilo, e vai ser mais um item de moda que eu não vou colocar no guarda-roupas.

Vi várias pessoas reclamando dessa volta da calça de cintura baixa, porque além de ter deixado o corpo de muitas mulheres deformado (sem cintura e com aquele excesso de gordurinha dos lados), mas achei super positivo por um lado: As pessoas entenderam que não é só porque está na moda que elas precisam aderir. Mas, antes de falar da cintura baixa em si, preciso explicar algumas coisas sobre moda e estilo.

Diferença entre moda e estilo

Como consultora de estilo, eu preciso sempre saber o que está na moda e quais são as tendências atuais, para me atualizar e poder falar aqui ou indicar alguma coisa para alguma cliente, mas o foco do meu trabalho não é a roupa e sim o estilo da cliente, ou seja, o que ela faz com as roupas e o que as roupas fazem por ela.

Tem uma frase que diz “Moda é oferta, estilo é o que você faz com elas”, ou alguma coisa parecida. Isso significa que você e sua amiga podem comprar a mesma peça, da mesma cor, do mesmo tamanho, na mesma loja, e usarem de formas completamente diferentes, porque vocês têm estilos pessoais diferentes.

Você não precisa comprar tudo que está na moda

Eu poderia dizer “você não precisa USAR tudo que está na moda”, mas infelizmente muitas pessoas compram no impulso o que está na moda, e não conseguem usar nunca, deixando a roupa no fundo do guarda-roupas e jogando dinheiro fora.

É super normal querer estar com o guarda-roupas atualizado, querer usar o que todo mundo está usando e mostrar que você é antenada, mas, você precisa conhecer as suas prioridades, ou vai continuar tendo um guarda-roupas lotado de peças que você nunca usou e nem nunca vai usar, ou o que é ainda pior: Usar peças que não são coerentes com quem você é e passar uma imagem completamente diferente da que você gostaria.

Como usar peças de cintura baixa?

Quem não é dessa época pode querer usar as peças de cintura baixa pela primeira vez e experimentar o que nós, que já somos mais velhinhas já experimentamos. E não tem nada de errado nisso! Aliás, com os top cropped cada vez mais curtos, era de se esperar que as calças, saias e shorts aparecessem com a cintura mais baixa para deixar ainda mais pele à mostra.

Vi alguns comentários do tipo “só não vou usar de novo porque meu corpo não permite mais”. Muitas gordas aderiram ao cropped e mostraram que não existe roupa certa para cada tipo de corpo (exceto se alguma coisa no seu corpo te incomode e você queira disfarçar), então, se você quer experimentar e não tem a barriga de tanquinho, experimenta sim!!

Como tudo que volta pra moda, a cintura baixa também voltou repaginada, ou seja, ao contrário do que acontecia nos anos 2000, a ideia hoje é você coordenar peças mais cobertas, ou seja, já que está mostrando a barriga, cubra os braços ou as pernas, ou o decote, por exemplo.

A moda continua permitindo misturar peças de estilos diferentes, então, vale colocar uma calça jeans de cintura baixa super justa e deixar a barriga de fora num top cropped e quebrar um pouco a sensualidade com o tênis branco.

Também vale deixar o umbigo de fora no trabalho, com peças de alfaiataria, como as mostradas pela marca Proenza Schouler no desfile da coleção. Mas, não esqueça de considerar o grau de formalidade da sua empresa e da sua profissão! Lembre-se: Não é só porque está na moda que você precisa usar!

 

Facebook Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *