Estilo, Girl Power

Porque você não deve mais usar o termo “sexy sem ser vulgar”

Porque você não deve mais usar o termo “sexy sem ser vulgar”

O termo “sexy sem ser vulgar” ficou famoso e é usado para falar de uma peça de roupa ou um look que transmite sensualidade sem parecer sexy demais, ou vulgar, que é mais do que sexy.

Em Setembro de 2017 eu falei sobre roupas com recortes estratégicos como uma opção para parecer sexy sem ser vulgar (clica aqui pra ler), mas do ano passado pra cá eu tenho pensado muito sobre o uso desse termo, e falado sobre isso com algumas clientes, porque a maioria das mulheres tem medo de se sentir sexy, como eu falei aqui.

O que é sexy sem ser vulgar?

Para entender a proposta desse texto, vamos começar lembrando que todos os conceitos variam de pessoa pra pessoa, e o que é bonito pra você, pode não ser bonito pra mim, assim como os conceitos de conforto, adequação, criativo, moderno, sexy e vulgar (entre outros).

O termo “sexy sem ser vulgar” foi criado para falar de uma régua, um limite na sensualidade, para apontar que as coisas além daquele limite são vulgares. Mas quem criou esse limite? Esse limite não é universal, assim como nenhum outro serve para todo mundo.

Dito isso, você precisa entender que o que é “sexy sem ser vulgar” pra você, pode ser vulgar pra outra pessoa, assim como alguém que você considera sexy demais (ou vulgar) também deve achar outra pessoa mais sexy que ela e ter um próprio conceito do que seja “sexy sem ser vulgar”.

Eu falei aqui sobre como se vestir de forma sexy no inverno (especial para balada), e além de ler o texto pra aproveitar as dicas, você pode olhar para essas duas fotos abaixo e pensar: Qual delas parece mais sexy pra você? Qual desses looks você usaria? Qual deles você chamaria de “sexy sem ser vulgar”?

A maioria das pessoas tende a achar a segunda foto mais sexy, apesar de o vestido ser do mesmo comprimento da saia, ter bastante pele à mostra (ombros e braços sob a transparência), ser ajustado e  com a cintura marcada, o que pode levar as pessoas a classificar o primeiro look de “sexy sem ser vulgar”, automaticamente classificando o segundo look como muito sexy ou vulgar.

O termo “sexy sem ser vulgar” estimula a comparação

Outro ponto que eu gostaria de levantar sobre esse assunto é que quando falamos que algo é “sexy sem ser vulgar”, estamos automaticamente comparando o nosso conceito de sensualidade com o de outra mulher, que é mais sexy e se veste de forma diferente da nossa.

Essa comparação vai no caminho oposto da sororidade, que é o movimento de apoiar a outra mulher a ser quem ela quiser ao invés de criticar por ser diferente.

Eu costumo falar com as minhas clientes que toda mulher tem um “nível de piriguetismo” diferente, ou seja, cada mulher é sexy em alguma medida, e a minha ideia é estimular a naturalização da sensualidade e de querer parecer sexy na hora de se vestir, sem achar que a sua forma de parecer sexy é a mais certa, a única possível ou melhor que o jeito de outra mulher estar sexy.

O que é vulgar pra você?

Vulgar é tudo aquilo que a gente acha inadequado, seja na forma de se vestir quanto na forma de se comportar, mas é importante que a gente lembre sempre que o conceito de inadequação também varia de pessoa pra pessoa.

Isso significa que o que você considera vulgar no seu modo de ver, não é considerado vulgar para outras pessoas, e que em algum momento alguém pode considerar a sua forma de se vestir ou de se comportar vulgar, mesmo que você acredite estar adequada.

Outra coisa importante é você saber o que é vulgar pra você, porque é isso que vai te ajudar a se vestir de forma “sexy sem ser vulgar” quando você quiser estar sensual dentro da sua medida, do seu conceito do que seja o nível ideal de sensualidade.

Muita gente acha a estampa de oncinha (que está super na moda) muito sexy, e eu falei aqui sobre como usar a estampa de oncinha sem parecer sexy demais. Alguém que pensa assim pode considerar o look com a saia branca inadequado ou vulgar para o ambiente de trabalho, por exemplo, ou considerar o segundo look “sexy sem ser vulgar” para a balada, por causa do tênis e a modelagem da camisa…

Estilo sexy e impacto sensual

Dentro da consultoria de estilo temos 2 tipos de estilo dentro da prioridade impacto sensual. Quando eu fiz esses textos, a nomenclatura era outra, mas ainda estão atuais na explicação:

  • Sexy mulherão, que hoje é chamado de “Força”: Mulheres que gostam de chamar a atenção para o corpo e se sentirem bonita fisicamente e sexy de forma mais ousada, e que geralmente usam elementos sensuais juntos no mesmo look, como decote, roupa justa e curta, transparência, batom vermelho, etc.
  • Sexy mulherzinha, que hoje é chamado de “Sutileza”: Mulheres que gostam de chamar a atenção para o corpo e se sentirem bonita fisicamente e feminina de forma mais sutil, e que geralmente usam elementos mais delicados no look, como cintura marcada, laços, rendas e estampas femininas como floral, bichinhos e coraçõezinhos, decotes mais discretos e comprimentos intermediários.

Nessas duas fotos, temos um exemplo bom pra ilustrar a diferença: Ambas estão com a cintura marcada (o que mostra feminilidade e formas femininas) e com transparência mostrando as pernas, mas a morena usa uma saia mais ampla, nada de decote e babadinho na manga da blusa, enquanto a loira usa decote mais profundo (mesmo disfarçado pela renda), cintura marcada, modelagem mais justa e fenda.

Nesse texto aqui eu falo um pouco desses dois estilos e suas principais diferenças, e também falo sobre como ser sexy sem ser vulgar, especificamente nesse dia (em maio de 2017), com dicas para ficar no meio-termo entre esses dois níveis.

Depois que você identificar o seu jeito de estar sexy, vale a pena dar uma olhada nas minhas pastas do Pinterest para se inspirar. Nessa pasta aqui tem looks para quem é mais “mocinha / sutil” e nessa pasta aqui tem looks pra quem é mais “mulherão / força”!

E se precisar da minha ajuda pra identificar o seu tipo e a se vestir de forma sexy e assertiva de acordo com a sua rotina, estilo e corpo, me mande um email!

 

Facebook Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *