Consultoria de estilo, Estilo

Os sete estilos universais: Descubra o(s) seu(s)

Os sete estilos universais: Descubra o(s) seu(s)

Muita gente quer descobrir o seu estilo, mas o que a maioria não sabe é que é super normal a gente ter (ou se identificar) com mais de um estilo. E você? Sabe qual o(s) seu(s)? Se não, eu te ajudo!

Nesse texto vou falar dos sete estilos universais: clássico/tradicional, criativo, elegante, esportivo/natural, moderno/dramático, romântico e sexy. Eu tenho um pouco de cada, e como trabalho com moda, posso misturar elementos de todos eles num look só tanto no meu dia a dia quanto para trabalhar, já que não preciso obedecer a nenhum dress code. YAY!!

O que define o(s) nosso(s) estilo são as escolhas que fazemos baseadas em nossas prioridades e com os papéis diferentes que ocupamos simultaneamente durante a vida, porque cada um deles exige uma sensação e uma imagem diferentes. É super normal querer parecer elegante no trabalho e sexy fora dele, por exemplo.

Quando uma cliente da consultoria de estilo se identifica com mais de um estilo, é super natural que ela tenha peças de estilos diferentes e misture esses elementos num mesmo look, para que fique com a sua cara (principalmente se o estilo dela for criativo), mas outros são mais rígidos, como o clássico/tradicional, e essas misturas são mais limitadas.

Vamos conhecer um pouco de cada um deles:

Clássico/tradicional

É um estilo que passa a imagem de uma mulher mais conservadora e formal. As peças têm linhas retas e poucos detalhes, tudo mais estruturado, fechado e composto (nada de decotes!), e em cores neutras – de preferência preto, branco, cinza, bege e marinho.

Quem tem esse estilo não gosta de modismo e não costuma se arriscar com peças diferentes, coloridas ou que chamem muita atenção. Quando uma mulher clássica / tradicional usa estampas, ela prefere as discretas e clássicas como risca de giz, listras, xadrez e pied-de-poile. Seus acessórios também são clássicos: bolsas estruturadas, colares fininhos ou de pérolas, sapatos de salto médio, sapatilhas e scarpins.

 

Criativo

É o estilo de quem gosta de experimentar e arriscar mais na hora de se vestir. É o estilo que permite passear por todos os outros, porque pode – e sabe – misturar muito bem: cores, estampas, texturas, comprimentos, sobreposições…

É um look que junta tudo-ao-mesmo-tempo-agora e ainda assim fica harmônico: É aquela pessoa que usa uma peça da moda com uma peça vintage, que ousa no tamanho, cor e estilo dos acessórios, ou um sapato diferente, e se você perguntar onde ela comprou alguma peça, essa mulher provavelmente vai além do nome da loja. Cada peça tem uma história e um sentido que ela adora contar.

Elegante

Muita gente se refere a alguém que tem o estilo clássico/tradicional como elegante, mas os dois estilos são bem diferentes (apesar de o estilo clássico/tradicional ser elegante). Explico: Estar elegante é diferente de ser elegante. 

Todo mundo pode se sentir elegante no sentido de “chique/arrumada/sofisticada”, quando se veste parecida com o estilo clássico/tradicional. Já a pessoa que é do estilo elegante (visualmente mesmo, sem ter a ver com postura e comportamento — que também são coisas diferentes!), pode estar usando calça jeans e camiseta e “carregar o look” com a sofisticação de quem está usando um vestido fino e caríssimo, sabe como? Essa elegância tem a ver com impecabilidade, com “cara de coisa boa”, independente do que ela está usando.

Essa ‘elegância natural’ que algumas mulheres têm não é algo que se compre, mas é possível a gente aprender algumas lições pra conseguir transmitir uma imagem mais “elevada” quando quiser ou precisar:

  • Coordenações monocromáticas alongam a silhueta e deixam a gente mais fina (nos dois sentidos);
  • Tom sobre tom: mesma cor em tons diferente ou cores diferentes no mesmo tom (tudo claro ou tudo escuro);
  • Investir em peças de qualidade, que tenham bom acabamento e caimento e sejam de tecidos mais nobres (os naturais são os melhores: linho, lã, seda e algodão);
  • Nos acessórios, adote os clássicos com moderação, para não ficar tão careta.

Esportivo/natural

O estilo esportivo/natural transmite uma imagem leve e despretensiosa, e é o favorito da pessoa que prioriza o conforto, praticidade e simplicidade na hora de vestir. Dá preferência por peças feitas de tecidos naturais, com modelagens básicas e caimentos mais soltos (não usa nada apertando ou muito justo no corpo) que tenham um toque agradável. Os acessórios são simples e aliam beleza e funcionalidade, como bolsa a tiracolo, que deixam as mãos livres para se movimentar melhor, ou mochilas. Nos pés, prefere sapatos confortáveis, baixos ou com saltos médios e grossos.

Moderno/Dramático

A mulher que se identifica pelo estilo moderno/dramático está sempre muito elegante (de novo!!), mas de uma forma mais ousada, transmitindo uma imagem forte e cosmopolita ao mesmo tempo, misturando peças com referência no guarda-roupas masculino com itens da moda.

Não é uma pessoa muito colorida (adora looks total black), mas também gosta de usar cores contrastantes e fortes (nada de tons pastéis): preto e branco, roxo com rosa, marinho com nude e por aí vai. É minimalista, e gosta de poucos acessórios (porém marcantes e de design), deixando a atenção do look para as formas mais estruturadas, assimétricas e geométricas, modelagens diferenciadas, fendas, pontas… Se usar brilho, vai preferir um sapato metalizado a usar uma peça de paetês, por exemplo.

Romântico

Quem tem um estilo romântico prefere cores claras, nudes e tons pastéis (rosinha, azulzinho, verdinho, amarelinho…), peças com detalhes femininos e delicados como laços, rendas, bordados e babadinhos, estampas florais, tecidos fluidos, vestidos e saias rodadas, cintura marcada, mangas bufantes, sapatos com bicos arrendados (mary janes, sapatilhas), bolsas molinhas e acessórios delicados. Transmite a imagem de alguém doce, feminina e no ambiente de trabalho esses elementos podem fazer parecer uma mulher muito frágil.

Sexy

A mulher sexy gosta de atrair os olhares, por isso abusa de cores fortes, estampas de animal print, transparências, decotes, ombros à mostra, comprimento mini, maxi acessórios, saltos altos e finos, sandálias abertas de tiras… mas não precisa usar “tudo ao mesmo tempo agora”.

Dá pra ser sexy sem ser vulgar, e muitas mulheres têm medo de confessar aos outros – e a si mesma – que querem atrair os olhares, e acabam deixando essa prioridade de lado e se sentindo infeliz, justamente por não saber como parecer sexy na medida ou não saber, como dizem as minhas professoras da Oficina de Estilo, transparecer a sensualidade muito mais nos detalhes do que nas obviedades, por não saber mostrar a pele e as curvas, mas de um jeito que não escancare.

Os sete estilos universais masculinos

Na consultoria de estilo masculina também fazemos essa divisão. Para eles, os sete estilos universais são: Criativo, Elegante, Esportivo, Romântico, Sexy, Tradicional e Urbano.

Eu falo sobre eles e sobre a consultoria de estilo masculina aqui.

Facebook Comments

2 Comments

  1. Giza

    Parabéns pelo seu trabalho Esse foi o site de moda que eu Visitei que eu mais gostei tenho deficiência visual Mas como já enxerguei tenho facilidade em combinar as cores as pessoas nem acredito que eu consigo combinar tão bem e você consegue descrever muito bem as combinações pela sua lista de ativos que percebi que sou do tipo criativa moderno dramática amestrado continue assim virei seguidora

    1. priscila Author

      Oi Giza, fico feliz que esteja gostando, que tenha descoberto o seu estilo e que tenha deixado o seu feedback!
      Beijos!!

Comments are closed.