Estilo

Como se vestir bem sem gostar de moda

Como se vestir bem sem gostar de moda

Apesar de a gente ser obrigada a sair vestida todos os dias para qualquer evento ou lugar que a gente for, nem toda mulher gosta de moda, e tem até quem considere esse assunto uma futilidade. Se você é uma dessas, esse texto é pra você. Mas se você gosta de moda, esse texto vai te ajudar também!

Quase 100% das mulheres que me contratam como consultora de estilo não são mulheres apaixonadas por moda. Elas são mulheres que não sentem prazer em comprar roupas (mas precisam comprar), que não sabem como coordenar as peças que tinham (mas querem fazer o guarda-roupas render sem precisar gastar com peças novas), que estão incomodadas com alguma parte do corpo (mas que querem se sentir mais bonitas em frente ao espelho), ou que gastam muito tempo para se vestir (e que não tem muito tempo a perder). São mulheres reais, com corpos e vidas reais, assim como eu e você.

Quando você tem um evento especial ou importante para ir, você começa a planejar o que vai usar desde o momento que sabe que ele vai acontecer, né? Pode ser o casamento da sua melhor amiga, a sua formatura, o que vai levar na mala das suas férias, como vai vestida pra uma entrevista de emprego ou pra um primeiro encontro.

Apesar de serem eventos importantes, não dá pra perder tanto tempo pensando em roupa, porque importante MESMO é a vida que a gente vive e não a roupa que usamos nesses momentos. Para facilitar a sua tarefa, acrescente esses itens à sua rotina:

Mantenha o seu guarda-roupas arrumado

Veja se você se identifica: Você sabe que tem uma blusa verde pra combinar com a saia azul que você queria usar hoje… mas não tem a mínima ideia de onde ela está, e como tem que lavar o cabelo, se maquiar, tomar café, dar banho nas crianças, e só faltam 5 minutos pra sair… vai acabar indo de calça jeans e camiseta de novo, ou pegando a primeira peça que vir pela frente.

Não tem nada de errado em sair de calça jeans e camiseta, mas para sair da zona de conforto do estilo, o ideal é que você consiga visualizar todas as peças que você tem no guarda-roupas. Tire um dia pra organizar tudo e tente manter a arrumação, porque o ditado “quem não é visto, não é lembrado!” também vale para roupas e acessórios! Nesse texto aqui eu te ajudo nessa tarefa!

Isso também vai gerar economia, porque você pode acabar comprando uma peça igual àquela que está no fundo da gaveta e você nem lembrava mais que tinha.

Saiba a previsão do tempo

Ainda pior que aparecer de calça jeans e camiseta onde todas as mulheres estão de longo e salto alto é sair de rasteirinha num dia de muita chuva, ou de blusa de lã num dia que faz calor, por isso, antes de sair (ou planejar a mala de viagem) veja a previsão do tempo.

No Outono é comum a temperatura variar bastante durante o dia, e é importante se planejar para essas variações. Nesse texto aqui eu dou várias dicas sobre como montar looks em camada (look-cebola) para dias de meia estação, e nesse outro texto aqui você pode ver o que usar nos dias que chove e faz calor.

Planeje os looks com antecedência

Sabe aquele momento do domingo que a gente lembra que o final de semana acabou? É a hora que a gente deve passar mentalmente o que vai acontecer durante a semana. Vai ter uma reunião importante na terça? Veja se a roupa que quer usar está lavada e passada, e separe. Vai no cinema com as amigas na quarta depois do trabalho? Veja esse texto que fala sobre como compor um look de trabalho que pode virar um look de happy hour, e separe também.

Se um planejamento semanal for impossível de fazer, tente ao menos planejar a roupa do dia seguinte. Nesse texto aqui eu explico como não perder tempo na hora de se arrumar!

Só mantenha peças que funcionem

Mesmo que você não goste de moda, você tem um estilo, então considere o seu estilo e o seu conceito de estar bem vestida, além da sua relação com o seu corpo e a sua rotina. Na hora que for arrumar o guarda-roupas, procure deixar nele apenas as roupas que realmente funcionem na sua vida, para não te dar a sensação de não ter o que vestir apesar do guarda-roupas abarrotado.

Um exemplo? Você precisa andar muito até o ponto de ônibus para ir ao trabalho, e sempre fica em pé no ônibus/ trem/metrô durante o trajeto, e já chega no trabalho com a camisa pra fora da calça (porque precisa ficar com os braços levantados e a calça tem a cintura baixa, ou a camisa é curta), ou já chega cansada por causa do tamanho do salto? Essas peças não funcionam para a sua rotina.

Comece elegendo uma roupa da sorte, aquela que você sabe que funciona, seja para dar um UP na sua autoestima, ou te fazer se sentir bem consigo mesma, e depois eleja outras, até que você consiga eleger a sua roupa da sorte para várias situações, e ter peças que funcionem quando você quiser se sentir bonita, sexy, confortável, responsável, profissional, mais madura, ou seja lá a sensação que quer ter e a imagem que você queira transmitir. Se pintar uma situação em cima da hora, você já vai saber o que vestir! Nesse texto aqui eu falo sobre as “peças essenciais” no guarda-roupas, e pode te ajudar a pensar no assunto.

Ter estilo é diferente de gostar de moda

Eu poderia ter começado o texto falando isso, mas vou encerrar assim pra lembrar que moda é o que as lojas vendem, e estilo é dizer quem você é, usando as roupas que as lojas vendem do seu jeito, para transmitir uma mensagem ao mundo, e mesmo que essa mensagem seja “eu odeio a moda”, você não deve ignorar o fato de que está, sim, passando uma mensagem através do seu estilo.

Se preocupar com o que você veste não é futilidade, e sim mostrar que cuida de você!

Facebook Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *