Cuidado com as roupas

Os melhores tecidos para o inverno da Europa

Os melhores tecidos para o inverno da Europa

Apesar de ter feito muito frio esses dias aqui no Rio e eu ser bem friorenta, esse texto não veio da minha necessidade e sim porque estava pesquisando sobre os melhores tecidos para o inverno pra uma das minhas clientes da consultoria de estilo online que mora na Suíça e está com essa demanda, e ao invés de mandar essas informações só pra ela, resolvi compartilhar aqui com todo mundo!

Também vou dar dicas de tecidos para cada camada do look de inverno da Europa!

Tecidos para o inverno x tecidos para o verão

Existem tecidos que a gente sabe que são próprios para o inverno, por causa da textura ou do peso deles, como a flanela, por exemplo, que protege do frio no inverno do Rio de Janeiro, mas é provável que você já tenha percebido que uma blusa de manga comprida não aqueça muito, ou que uma blusa de alcinha seja muito quente para um dia de muito calor, e isso acontece porque alguns tecidos esquentam mais que outros.

Já falei aqui da importância de olhar a etiqueta interna da roupa, e conhecer um pouco sobre tecidos faz toda a diferença na hora de calcular o custo benefício da peça ou de comprar a roupa adequada de acordo com o lugar que você mora – a roupa que a Carol (minha cliente da Suíça) vai comprar para o frio que ela vai passar lá na Europa não é a mesma que eu compro pro frio do Rio de Janeiro.

É importante dizer também que tanto a composição dos tecidos (buscando fibras que dificultem a troca de calor com o ambiente), como a espessura e a forma como os fios são entrelaçados vão atribuir características importantes às peças, e isso vai determinar a sua capacidade de aquecimento.

Os tecidos de inverno

Veja a seguir os tecidos de inverno mais comuns, assim como as características que você precisa observar na hora de fazer a sua mala de viagem para um lugar que tenha temperaturas mais baixas, como o Inverno da Europa:

Tricô

Uma roupa de tricô pode ser de lã, acrílico ou poliéster, sendo a primeira uma fibra natural (e mais fresca) e o acrílico e o poliéster fibras sintéticas, que deixam a peça mais quente.

Além disso, é importante observar o espaçamento entre os fios, porque isso pode interferir na passagem do vento frio. Nesses casos, é necessário usar uma peça de roupa por baixo, e dependendo da temperatura, optar por uma peça térmica.

Moletom

O moletom é sinônimo de conforto, mas parte desse conforto é dado pela composição do tecido, que pode ser de algodão (que não é indicado para os dias mais frios, já que permite a troca de calor entre o corpo e o ambiente) e o toque peluciado, muito parecido com a flanela e o fleece.

O moletom é uma boa opção para fazer a camada interna da jaqueta de couro, por exemplo, porque como é mais leve, não protege do vento e não esquenta tanto quanto o fleece.

Cashmere

Aqui no Brasil a gente encontra a cashmere em xales, pashminas e cachecóis, mas esse tipo de lã com um toque muito macio pode ser usado também para fazer casacos e blusas.

Fleece

O fleece é um tecido com toque aveludado, muito parecido com a flanela. A espessura do tecido é que vai dizer se vai aquecer mais ou menos, já que o fleece é feito de materiais sintéticos, principalmente o poliéster, que ajuda no isolamento térmico.

Couro

O couro pode ser natural ou sintético (PU) e é uma boa opção para lugares que tenham vento, já que o material não tem entrada de ar que outros tecidos têm no espaço entre os fios.

É importante dizer, no entanto, que tanto o couro natural quanto o couro sintético não aquecem, e por isso, vale a pena usar algo mais quentinho por baixo caso o frio seja intenso.

Poliéster

Já falei que o poliéster está na composição da maioria dos tecidos mais quentes, porque não permite a troca de calor com o ambiente, e também é usado no enchimento de casacos acolchoados, pra ajudar a criar um isolamento térmico da peça.

Neoprene

O neoprene está na moda, e além de ser um tecido térmico, que se ajusta à temperatura do corpo, não amassa e não faz volume, sendo uma boa opção pra levar na mala.

Veludo

O veludo demanda cuidado, pois apesar de ser conhecido como um tecido de inverno, ele pode ter muito algodão na composição e não esquentar tanto quanto parece.

Por ter os fios mais entrelaçados, pode ser usado na segunda camada, já que não deixa tanto vento entrar.

Tecidos de inverno para cada camada do look

Independente da temperatura, se vestir em camadas no inverno é a melhor forma de evitar passar frio, e cada tipo de tecido é indicado para cada camada do look.

Como esse texto foi pensado para o frio da Suíça, vou dar exemplos de looks com três camadas, que são indicados para frios mais intensos, como o inverno da Europa em geral. Para temperatura acima de 12 graus, o seu look pode ter apenas duas camadas, mas não deixe de ficar de olho na etiqueta pra saber que tecido está usando, porque nem sempre um casaco volumoso é quente o suficiente, e nem sempre uma blusa mais fininha é incapaz de te esquentar!

Primeira camada

A primeira camada deve ser a mais quente, e por isso vale a pena investir numa peça térmica de qualidade, e não esqueça das calças de acrílico, para usar como a primeira camada por baixo de outras calças.

Como essas peças não criam volume nem na mala nem na silhueta, são conhecidas como “segunda pele”, e vão garantir que você não passe frio, independente das outras camadas.

Segunda camada

Para a segunda camada do look, você pode usar peças de algodão que tenham outras fibras (como o acrílico, poliamida ou o poliéster) na composição, misturando a proteção térmica dessas fibras com o toque macio do algodão. Isso serve para blusas e cardigans.

Terceira camada

A terceira camada vai te proteger de fatores externos além do frio, como o vento e a umidade. Para locais com vento, o couro é o mais indicado. Para dias chuvosos ou com mais umidade, o poliéster e a poliamida, dos casacos acolchoados (puffer jacket), que secam com mais facilidade.

 

 

 

 

 

 

Facebook Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *