Consumo Consciente

A Caroline do MasterChef e a vergonha de repetir roupas

A Caroline do MasterChef e a vergonha de repetir roupas

Mesmo que você não veja MasterChef (como eu), é provável que você tenha visto vários memes e textos falando sobre o fato de a chef Caroline Martins usar sempre as mesmas roupas durante os programas.

Um dos maiores problemas das minhas clientes da consultoria de estilo (e da maioria das mulheres) é achar que tem pouca roupa apesar de ter o guarda-roupas lotado, e a solução que eu dou para a maioria delas é usar MUITO todas as roupas que elas têm, mas de formas diferentes, para não ficar com cara de uniforme. Já falei várias vezes aqui que a proporção ideal é que você consiga coordenar cada peça que você tem com outras cinco peças diferentes, e isso significa repetir as roupas que você tem de forma inteligente, e fazer o seu dinheiro render.

E se engana quem acha que isso é uma preocupação de gente pobre ou de quem não pode comprar roupas novas. Existem VÁRIAS matérias na internet falando sobre a quantidade de vezes que a Kate Middleton, Duquesa de Cambridge e mulher do príncipe William, usa as mesmas roupas em eventos oficiais, mesmo sabendo que toda vez que ela aparece em público vai encontrar centenas de fotógrafos e vai sair em vários sites, jornais e revistas.

Outro exemplo clássico é a Michelle Obama, ex primeira-dama dos EUA, e ambas não apenas repetem as suas roupas quanto usam roupas de lojas de departamento. Não por não terem dinheiro, não por não gostarem de moda e de sentirem bonitas, mas sim por conhecerem o seu estilo e as suas prioridades na hora de se vestirem, e por pensarem nos problemas que o consumo desenfreado causa no mundo. Marcas e estilistas do mundo inteiro gostariam de vesti-las, mas elas sabem que já têm roupa suficiente.

A lista de famosas e ricas que repetem roupas não para por aí, e essa ideia deveria virar moda, para que todas as mulheres aderissem e não tivessem vergonha, ou pelo menos não recriminasse quem quer (ou precisa) repetir roupas. A Caroline fez um texto sobre o assunto na sua página do Facebook, e você pode ler na íntegra aqui. Eu também já falei sobre a relação de bullying e moda aqui.

Essa semana todos os textos do site foram para fazer pensar na forma de consumo de moda, mas nunca é demais repetir: Repetir roupa que funciona no seu corpo e na sua rotina, que transmite uma imagem coerente com quem você é e que combina com um monte de outras roupas que você tem no guarda-roupas não é vergonha alguma, e sim sinal de inteligência e consciência financeira, ambiental e social.

Mas, eu não estou aqui para julgar quem gosta de usar cada dia uma “brusinha” diferente, e sim para pedir para que as pessoas (principalmente as mulheres) parem de julgar as outras pelas roupas que vestem, por repetirem as roupas ou por não ter um estilo parecido com o que você acha que é o melhor.

O meu papel como consultora de estilo é educar, é empoderar e é dizer que você consegue viver com menos roupas. Nesse texto aqui eu ensino a montar um armário cápsula, e se você precisar da minha ajuda, me mande um email!

Facebook Comments