Consultoria de estilo

A consultoria de estilo fala o que é certo e errado?

A consultoria de estilo fala o que é certo e errado?

Semana passada eu postei uma foto minha na balada lá no instagram e falei que não existe certo e errado que sirva pra todo mundo, e resolvi trazer a discussão pra cá e explicar se a consultoria de estilo fala o que é certo e errado para as clientes.

Vou começar falando sobre a própria roupa de balada, que já foi tema de textos aqui, porque apesar de ser uma situação que não exige um dress code específico e cada pessoa pode usar o que quiser, algumas pessoas tem dificuldade de descobrir exatamente isso: como quer se vestir – e por isso me contratam! 🙂

Existe certo e errado na moda?

Cada dia que passa a moda está cada vez mais democrática, e apesar de existirem várias regrinhas que precisam ser obedecidas e que funcionam, no lugar do que é certo e errado de antigamente, você precisa saber que regras você precisa obedecer e qual delas pode quebrar (e como quebrar cada uma delas), qual dessas regras faz sentido você obedecer e qual delas faz sentido você ignorar.

Vamos voltar à minha foto do look de balada:

Eu quis mostrar que não preciso estar de salto alto pra me sentir arrumada pra balada, porque a minha prioridade é conforto e eu não uso salto há muito tempo, e também não preciso colocar uma roupa super justa ou curta pra me sentir sexy, porque o meu tipo de sensualidade me permite me sentir sexy com parte da barriga de fora, sutiã de renda aparecendo na cava da camiseta de malha e saia curtinha com detalhe mais compridinho em renda mostrando de forma mais indireta parte da perna que estaria de fora com uma saia do mesmo comprimento sem esse detalhe.

Muita gente também acha que precisa estar com roupa brilhosa, transparente, decotada ou com outros detalhes que remetam à “noite”, e apesar de essa camiseta ter sido escolhida porque era um pub com música ao vivo com uma banda cover do Bon Jovi, eu super usaria ela ou qualquer outra camiseta de malha numa balada, e já falei sobre esse estilo normcore na balada nesse texto aqui.

E essas escolhas foram feitas baseadas no que é certo e errado pra mim! Eu acho certo estar confortável em qualquer situação, acho errado ultrapassar os meus limites de sensualidade só porque as outras mulheres do lugar vão estar mais sexy, e acho errado comprar roupas que eu usaria pouco (o que aconteceria com um vestido mais decotado, ou uma blusa com brilhos, por exemplo), já que quase nunca saio à noite.

O meu conceito de certo e errado também me faz me sentir adequada de sapato sem salto mesmo tendo apenas 1,56m de altura, porque eu não quero parecer mais alta, e também me faz me sentir sexy sem decote, roupas justas ou comprimentos curtos demais.

Isso é o certo pra todo mundo? Não! Isso vai funcionar com você também? Não sei! Funciona comigo porque eu já passei pelo processo da consultoria de estilo (siiiim, eu fiz a consultoria com uma amiga minha, que também foi minha cliente) e estou sempre investindo no meu autoconhecimento, porque não existe estilo coerente sem autoconhecimento.

A consultoria de estilo fala o que é certo e errado?

Indiretamente, a consultoria de estilo fala o que é certo e errado pra cada cliente sim, porque citamos técnicas e dicas que vão valorizar o corpo da cliente de acordo com o que ela gosta ou não gosta tanto assim (e nesse caso, o que é certo e errado é o que vai dar um resultado melhor na silhueta dela), dicas de combinações de cores de acordo com o estilo pessoal dela e com a mensagem que ela quer passar (e nesse caso, o certo e errado inclui combinações que passam as mensagens certas) e indicação de peças e truques de estilo que vão ajudar a fortalecer a imagem dela.

Mas, é importante dizer que a consultoria de estilo não é um manual, e até mesmo quando eu entrego a proposta de identidade visual com todas essas informações, eu deixo bem claro que o mais certo sempre é a roupa que faz a cliente se sentir bonita e feliz e que faz sentido pra ela naquela situação, enquanto o errado é a roupa (ou a combinação de roupas) que faz ela se sentir feia ou inadequada, e sempre levando em consideração os conceitos da cliente de bonito, feio, adequado, sexy, moderno, confortável, etc.

Nada é só certo ou errado

Também é importante dizer que nada é só certo ou errado, nem pra todo mundo e nem pra uma mesma pessoa.

Essa minha roupa de balada pareceu certa nesse dia porque o meu objetivo era estar confortável para dançar e curtir a banda, mas se a minha intenção fosse parecer mais sexy, por exemplo, talvez esse look fosse errado pra mim, pra ir no mesmo lugar e no mesmo dia. Entende? É a minha intenção para aquela situação específica que diz o que é certo e errado, e eu também já falei sobre isso aqui.

Então, se eu quero parecer confortável, eu preciso saber o que é certo ou errado PRA MIM no quesito conforto, e considerar outros fatores como a situação, o ambiente, quem vai estar no local, que mensagem quero transmitir e qualquer coisa que seja importante pra mim naquela situação, e só depois saber o que é certo e errado para aquela situação específica, naquele dia específico, com aquela intenção específica.

Nessa outra foto do instagram eu falo sobre uma peça clássica que muitas mulheres acreditam precisar ter, mas que não serve pra todo mundo e nem deve ser usada por todo mundo da mesma forma:

View this post on Instagram

Camisa branca é um clássico, mas não é por isso que todo mundo "tem que ter" uma no guarda-roupas! ⚠️ • • Essa minha é ainda da época que eu trabalhava em RH como psicóloga organizacional, e agora, ao invés de usá-la com blazer ou calça de alfaiataria, eu uso de forma mais informal, pra adaptar a peça à minha vida atual e ao meu estilo. 😎 • • No #lookdodia de hoje pra ver #Dumbo no cinema, a camisa branca ganha mais uma nova possibilidade com nózinho, tênis branco e calça esportiva e mega confortável de moletom! ❤ • • #consultoriadeestilo #personalstylist #estilo #rj #estilopessoal #vestindoautoestima #naotenhoroupa #autoconhecimento #vistaquemvocêé #dicadeestilo #camisabranca #ootd #zonanorterj #errejota #zn

A post shared by Vestindo Autoestima (@vestindoautoestima) on

Isso significa que não existe roupa certa pra todo mundo, e nem a forma certa de usar cada peça que funcione pra todo mundo. A mesma peça pode ser vista de formas diferentes, de acordo com a forma que é usada, e isso faz ela ter sentido ou não para uma pessoa.

Como a consultoria de estilo te ajuda a descobrir o seu certo e errado?

A consultoria de estilo é uma parceria entre a consultora (que sabe as técnicas e manja dos paranauês de moda e estilo) e a cliente (que conhece ela mesma desde que nasceu).

Essa parceria te ajuda a descobrir o seu certo e errado porque nem sempre você sabe o que quer (ou sabe explicar o que quer), ou sabe como passar a mensagem que quer passar, ou entende porque gosta de alguma coisa na teoria e na prática nunca funciona. Tem um texto aqui que também te ajuda a entender melhor sobre isso.

A consultoria de estilo te ajuda a descobrir o seu certo e errado pra cada situação, e te ensina a usar isso a seu favor, seja na hora de obedecer regrinhas de dress code ou na hora de quebrar essas regras.

A gente precisa se vestir todo dia, e se vestir é muito mais que cobrir o corpo com pano! Saber algumas técnicas e truques para burlar regras de acordo com o seu estilo e continuar se sentindo adequada é uma forma de te ajudar a se sentir empoderada e aumentar a sua autoestima!

Se quiser ajuda, me manda um email!

Facebook Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *