Autoestima, Girl Power

Dia da mulher: Dia de celebrar o quanto você é foda!

Dia da mulher: Dia de celebrar o quanto você é foda!

Hoje é o dia da mulher, e é um bom dia pra você pode parar um pouquinho no meio da rotina doida de todo dia e pensar no quanto você é foda.

Ideal MESMO seria se você se achasse foda todos os dias, toda hora. A gente que é mulher sabe o quanto é foda ser mulher. E eu, como consultora de estilo, sei o quanto tem mulher foda nesse mundo que não tem a mínima ideia disso.

Todos os dias eu recebo emails de mulheres falando o quanto estão insatisfeitas com o seu corpo, com o seu estilo, com o seu guarda-roupas, e com a autoestima lá embaixo. E durante o processo da consultoria de estilo, eu falo o tempo todo pra elas se olharem com mais carinho, pra aceitar os seus “defeitinhos” e pra não ter vergonha de ter contratado alguém pra ajudar a se vestir melhor, porque a gente não nasce sabendo nada e ainda bem que a gente pode terceirizar o que a gente não sabe.

Eu terceirizo Uber porque não sei dirigir (ou ando de ônibus e metrô), terceirizo a comida quando não quero cozinhar, terceirizo a faxina quando estou muito cansada. Eu não posso, não quero e não consigo dar conta de tudo, e quer saber? Tá tudo bem!

Mas poucas mulheres sabem que tá tudo bem não dar conta. A gente cresceu sonhando em ser uma princesa e teve que aprender a matar os monstros da nossa história. Os que estão lá fora da casa, os que porventura estejam dentro de casa, e os que estão dentro da gente – sendo esses últimos, os mais cruéis, na maioria das vezes.

Essas são algumas das mulheres fodas que fazem parte da minha vida, e sem elas, a vida seria muito mais foda, mas dessa vez de forma negativa!

E as mulheres que eu atendo são muito fodas. Elas tem bom humor, são inteligentes, tem profissões que possibilitaram que elas me contratassem e comprassem roupas novas com o dinheiro delas, são lindas e MUITO queridas e especiais. A maioria trabalha fora, tem jornada dupla (ou tripla), é mãe, cuida da casa, do filho, do marido, do cachorro, da profissão, da pele, do cabelo, do relacionamento, das amigas… E se isso não é ser foda, o que é?

Olha algumas delas aqui: Todas tão diferentes, e cada uma foda do seu jeito!

E ao longo do processo, elas me fazem me sentir foda também. Eu me sinto foda por fazer elas se verem como eu vejo elas desde o começo, e me acho foda por pegar na mão delas, sentir a dor delas, e poder ajudar elas a se sentirem foda também.

Na maior parte do tempo eu me acho foda, mas tem dia que é foda ser eu. E isso é normal!! Não pode ser o contrário! Não posso me sentir foda um dia só e depois sentir que preferia ser outra pessoa! E é isso que eu quero para as minhas clientes, e para você que está lendo agora esse texto achando que eu ia te dar uma resposta sobre como se sentir foda, e eu lamento, mas eu não vou. Sabe porque? Porque não existe uma fórmula pronta, que serve pra todo mundo.

Tem cliente que me diz que precisa se sentir mais magra pra se achar foda. Tem cliente que está esperando engordar pra se sentir assim. Algumas queriam ter mais quadril, outras queriam ter menos. Algumas querem colocar silicone, e outras querem fazer redução de mama. Provavelmente, além das questões que elas me contam, também esperam casar, ter filhos, ser promovida, acabar a faculdade, comprar um carro, sair do aluguel, fazer aquela viagem ou qualquer que seja o sonho se realizar, pra só então ela se achar foda.

Eu queria que meus dentes fossem mais certinhos. Aquele canino ali, que dá pra ver quando eu sorrio, sempre me irrita. As rugas em volta dos olhos também podiam ter demorado um pouco mais pra chegar, mas eu escolhi uma foto que foi tirada por uma amiga foda, e que eu adoro mesmo mostrando os meus defeitinhos, justamente pra dizer que eu me amo apesar deles, que eu me acho foda mesmo com meus defeitos (no corpo e na personalidade), e porque esse dia foi foda!

Infelizmente, a gente não para de desejar nunca. Freud já tinha me explicado isso na faculdade de Psicologia antes da Jout Jout ler o livro “a falta que a falta faz”, e se eu posso te dar uma resposta hoje, é: Se ache foda hoje, mesmo que você queira ser mais foda, ou que você ache que poderia ser ainda mais foda. A gente sempre pode melhorar, e é maravilhoso que você queira ser melhor. Mas não espere pra se achar foda depois. O processo para se tornar uma mulher foda é difícil demais, então, todo mundo que tá nesse caminho, é foda, só por desejar ser foda e estar fazendo por onde.

E se alguém quiser te convencer de que você não é foda, manda se f*#@r! 

 

Facebook Comments

One Comment

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *